terça-feira, 17 de outubro de 2017

Programa Agenda Feminíssima: Outubro Rosa!

Olá, meninas!

 No Programa Agenda Feminíssima desta segunda-feira, os experts da estética Gylson Collares - Visagismo e Beleza, a top maquiadora Dani Serpa e o hair stylist Gylson Collares participaram de um bate-papo importantíssimo sobre o câncer de mama, afinal de contas, estamos no Outubro Rosa, o mês de conscientização ao combate desta doença que afeta muitas mulheres no mundo todo e que precisa de todo o cuidado. Na ocasião, Dani Serpa e o hair stylist Felipe Marion fizeram produções de beleza em duas convidadas que foram dar seus relatos sobre o que tem passado com o câncer de mama.


A mastologista Daniela Cornélio, que foi maquiada por Dani Serpa, falou sobre a importância do Outubro Rosa. "A gente tem que se lembrar das mamas e que a gente tem que se cuidar. Temos marido, filho e trabalho e às vezes passa um ano e não fizemos os exames. Esta é uma maneira da gente se lembrar e se cuidar. É importante a gente fazer a prevenção, é o câncer mais incidente em mulheres no Brasil", diz.


A linda Jacqueline Neves, que foi maquiada por Dani Serpa, conta que descobriu a pouco o câncer de mama. "Foi em maio, fazendo mamografia, pois senti uma dorzinha, uma bolinha e pedi para a minha médica me dar o exame da mamografia. Foi a primeira vez que fiz a mamografia e lá constatou o câncer. Fiz biópsia e comecei meu tratamento. Fiz quimioterapias e estou no tratamento ainda", diz.




A linda Íris Elena, que foi maquiada por Felipe Marion, começou a notar algo diferente na mama direita. "Aquilo foi me preocupando e fui conferir o que estava acontecendo. Fui fazer os exames e apareceu. Seis meses depois de ter feito o check-up", diz.



Segundo a doutora Daniela, para quem não tem fator de risco é recomendável a mamografia a partir dos 40 anos de idade. "Estamos com uma briga com o Secretário de Saúde que bate o pé dizendo que tem que ser após os 50 anos. A gente reforça que não. Temos casos de mulheres jovens, onde detectamos através da mamografia. Se a gente perceber qualquer anormalidade, procurar o médico. Quando detectamos cedo, as chances de cura são maiores. O câncer vai evoluindo. Quanto mais tempo passa, mais essas células conseguem se 'especializar' e fazer maldade em outro lado do corpo. Então quando pegamos no início, tem mais de 80% de cura.", explica.


Hoje em dia as cirurgias já são feitas e as mamas reconstruídas desde o início. A mastologista explica que há a reconstrução pós mastectomia. "Sempre que possível a gente já inicia. É um processo, é uma ou duas cirurgias. O SUS deve oferecer a reconstrução sempre que possível. O outro caso, é a cirurgia conservadora , onde retiramos apenas o tumor, sem a mama inteira. A paciente já sai melhor da cirurgia.", diz.



Segundo Gylson, em relação à perda de cabelos, hoje em dia é tudo mais fácil. "Até em relação com a evolução da medicina. Mas falando da questão estética, é um susto e é sofrido, perder os cabelos é doloroso. Pelo minímo de vaidade que ela tenha, ela sofre com a perda dos pelos. Hoje a gente consegue ajudar em muita coisa: tem as perucas, os turbantes, os lenços... É importante ir para o salão, se arrumar, se maquiar e não precisa ter uma festa, se arrumar pra ti mesmo", diz.

Dani Serpa explica que para as sobrancelhas existe a micropigmentação. "No caso da Jacque, ela já tinha uma micropigmentação antes da quimio. Neste caso, não é aconselhável fazer a micro durante a quimio.
A micro não pega na pele com a quimio. Seis meses após o término da quimio, pode ser feita a micropigmentação. Como a Jacque já tinha, eu só pintei com lápis a sobrancelha. No caso da Íris, quem fez a maquiagem foi o Felipe Marion, que usou sombra e lápis nas sobrancelhas. Dá para fazer uma henna, que dura de 7 a 10 dias na pele", diz.

Dani ainda explicou sobre a perda dos cílios e como pode ser ajustado. "A Jacque está com alongamento de cílios, então como o alongamento é colado nos próprios cílios, fica mais fácil. A Íris tem os cílios dela, então o Felipe colocou tufinhos para dar um up no olhar. A maquiagem é importante também. Iluminar o rosto, os olhos, deixar a pele radiante, não esquecer o filtro solar. Outra dica é, rente a raiz dos cílios, para quem não tem mais, esfumar com um lápis e com um pincel chanfrado, dá uma marcadinha no olhar", diz.

O programa está maravilhoso e super esclarecedor, não deixe de conferir todos os relatos e a palavra da especialista:

Nenhum comentário:

Postar um comentário